Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

andanhos

andanhos

Gallaecia - Pelas terras do Tâmega e Barroso - Que memória e vida no nosso meio rural?

 

 

QUE MEMÓRIA E VIDA NO NOSSO MEIO RURAL?

 

Fernando Ferreira, no livro «Montesinho - a serra e os homens», a certa altura, diz: “A aldeia agropecuária e pastoril, das malhas, do feno, da matança do porco, dos grandes invernos de isolamento, essa aldeia romântica acabou (...). Mas é absolutamente necessário conservá-la na memória. E para haver memória é necessário que haja vida, que haja futuro. E esse futuro depende, em grande medida, das dinâmicas que os atuais habitantes da aldeia souberem, em conjunto, adotar e prosseguir. Porque a vida na aldeia vai ser, cada dia que passa, mais pluricultural, mais plurivivencial, mais plurinacional, até. E se não for esse o futuro da aldeia, então qual é?

Onde estão já, na nossa montanha flaviense, as gentes?

Que estratégia de desenvolvimento temos para estes lugares?

Que recuperação do património edificado e natural fazemos?

Enfim, que concelho, em meio rural, estamos a construir?

Nossas interrogações não são críticas. São preocupações. Que funcionam como pontos de reflexão que todos temos de fazer. Porque urje fazermos um diagnóstico prospetivo para o futuro das nossas aldeias, se é que amamos a terra donde provimos e temos orgulho em preservar a memória daqueles que nos precederam e as habitaram.

Porque o estado em que os nossos aglomerados rurais estão, em termos de preservação do património e da sua arquitetura tradicional é, simplesmente, lamentável!...

Da passagem, numa manhã de junho passado, juntamente com um amigo fotógrafo Lumbudus, aqui fica um singelo testemunho do estado a que aqui chegámos...

2015 - Nogueira com o Pluto (20).jpg

(Santiago do Monte - Nogueira da Montanha)  

2015 - Nogueira com o Pluto (25).jpg

 (Santiago do Monte - Nogueira da Montanha)  

2015 - Nogueira com o Pluto (91).jpg

 (Alanhosa - Nogueira da Montanha)  

2015 - Nogueira com o Pluto (130).jpg

  (Alanhosa - Nogueira da Montanha)  

2015 - Nogueira com o Pluto (257).jpg

 (Nogueira - Nogueira da Montanha)   

2015 - Nogueira com o Pluto (290).jpg

  (Amoinha - Nogueira da Montanha)   

2015 - Nogueira com o Pluto (310).jpg

   (Amoinha - Nogueira da Montanha)   

No meio de tanta ruína, fica-nos o cheiro diáfano, mas bem impressivo, das flores de sabugueiro, saindo pelos telhados

2015 - Nogueira com o Pluto (183).jpg

   (Gondar- Nogueira da Montanha)  

2015 - Nogueira com o Pluto (230).jpg

   (Nogueira - Nogueira da Montanha)   

2015 - Nogueira com o Pluto (233).jpg

   (Nogueira - Nogueira da Montanha)    

e janelas das casas

2015 - Nogueira com o Pluto (309).jpg

  (Amoinha - Nogueira da Montanha)    

e umas mãos calejadas de tanto labutar cheias de nada e, porventura, uma «sina» de um futuro pouco promissor para estes humildes habitantes, que, por aqui, teimaram ficar!

2015 - Nogueira com o Pluto (45)a.jpg

   (Santiago do Monte- Nogueira da Montanha)   

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

imagem de perfil

StatCounter


View My Stats

rádio

ouvir-radioClique no rádio para sintonizar
blog-logo

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

A espreitar

online