Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

andanhos

13
Mai16

Memórias de um andarilho - Caminhada na Linha do Corgo - Sabroso-Vila Pouca de Aguiar

andanhos

 

 

MEMÓRIAS DE UM ANDARILHO

 

CAMINHADAS NAS VIAS FÉRREAS ABANDONADAS

 

LINHA (DE CAMINHO DE FERRO) DO CORGO


(Limite do concelho de Chaves - Vila Pouca de Aguiar)


Dizíamos, na nossa última reportagem sobre a caminhada no antigo troço da linha do caminho-de-ferro do Corgo, que, a páginas tantas, abandonámos o troço da linha, junto ao Armazenamento e Distribuição de gás da Galp, e descemos para a EN nº 2, no limite do concelho de Chaves e início do de Vila Pouca de Aguiar.

 

A etapa de hoje, que nos levará até Vila Pouca de Aguiar, e que contou com mais uma caminheira, para além dos três habituais, começou exatamente no mesmo sítio onde tínhamos acabado a anterior, ou seja, no limite do concelho de Chaves e início do de Vila pouca de Aguiar, no dia 17 de outubro de 2010. Da EN nº 2 subimos o monte que nos levou a “encarreirar” com o troço da antiga linha e, de imediato, dirigimo-nos para Sabroso de Aguiar.

 

Eis o estado em que encontrámos as instalações que foram da antiga linha do Corgo nestas paragens.

2010 - Caminhada limha CP Sabroso-Vila Pouca 012.j

Uma verdadeira desolação!

2010 - Caminhada limha CP Sabroso-Vila Pouca 014.j

 
Aliás como as habitações que estão na sua envolvente.

2010 - Caminhada limha CP Sabroso-Vila Pouca 018.j

 
O terreno aqui é completamente plano, em plena veiga de Sabroso. Assim, em muito pouco tempo, entrávamos nas Pedras Salgadas.

 

Pedras, terra do granito e das águas, faz jus aos seus recursos naturais engalanando a sua rotunda, de quem vem de Chaves, com uma sugestiva torneira, vertendo constantemente água.

2010 - Caminhada limha CP Sabroso-Vila Pouca 024.j


Aqui, nas Pedras, já não se vê nenhum trilho que ateste a passagem do comboio, contudo, alguns daqueles que foram os seus utensílios ou artefactos mais emblemáticos do comboio a vapor aqui permaneceram, restaurados, tal como a sua estação, para testemunhar a passagem da linha do Corgo.

 

2010 - Caminhada limha CP Sabroso-Vila Pouca 030.j

 (Artefacto I)

2010 - Caminhada limha CP Sabroso-Vila Pouca 078.j

  (Artefacto II)

Nas imediações da estação, e junto a um parque infantil, parámos para fazermos o suplemento do nosso pequeno-almoço.

 

Enquanto a Ana e o Tó Quim falavam sobre um burro que, nas imediações dos terrenos pastava, tomando também o seu “pequeno-almoço”, nós olhávamos para o horizonte mais longe, vendo deslizar as viaturas pelo asfalto da A24.

2010 - Caminhada limha CP Sabroso-Vila Pouca 080.j


Continuámos caminho, e, acompanhados por habitações modestas e um ou outro gado que, por ali andava pastando, bem assim por velhas placas que indicavam que por aqui havia um cruzamento na linha,

2010 - Caminhada limha CP Sabroso-Vila Pouca 093.j

íamos observando o entorno.

 

Estávamos na época das colheitas, daí não admira que parássemos, aqui e ali, ora para observar uma pequena vinha ainda não vindimada,

2010 - Caminhada limha CP Sabroso-Vila Pouca 130.j

 
ora vendo umas coradas maças a pedirem que as apanhássemos,

2010 - Caminhada limha CP Sabroso-Vila Pouca 133.j


ou ainda um ou outro castanheiro, poucos, mostrando os seus ouriços.

2010 - Caminhada limha CP Sabroso-Vila Pouca 134.j


Até que passámos em Nuzedo e nos fixámos nestas antigas instalações da linha

2010 - Caminhada limha CP Sabroso-Vila Pouca 144.j

 
e reparámos num dos seus espigueiros

2010 - Caminhada limha CP Sabroso-Vila Pouca 150.j


e numa humilde habitação com uma latada de videira à sua frente.

2010 - Caminhada limha CP Sabroso-Vila Pouca 156.j


Já muito próximos de Vila Pouca de Aguiar, esta fonte, correndo água cristalina, mas denotando um certo abandono e pouco asseio do lugar.

2010 - Caminhada limha CP Sabroso-Vila Pouca 166.j

 
Nas suas imediações, este talhão de bonitas couves, a lembrar-nos que bem vinha a calhar um bom caldo de couves...

2010 - Caminhada limha CP Sabroso-Vila Pouca 171.j

 
E, na entrada da Vila, este cartaz de propaganda eleitoral.

2010 - Caminhada limha CP Sabroso-Vila Pouca 179.j


Ao entrarmos em Vila Pouca de Aguiar, na sua rotunda, esta bonita escultura, lembrando-nos, uma vez mais, tal como nas Pedras, que estamos em território do bom e bonito granito,

2010 - Caminhada limha CP Sabroso-Vila Pouca 183.j

 
aproveitado também para nos mostrar um belo desenho na relva do escudo do seu concelho.

2010 - Caminhada limha CP Sabroso-Vila Pouca 184.j

 
A partir daqui, nas imediações das instalações desportivas da Vila, já não se vê qualquer vestígio da linha.

 

Tudo aqui foi urbanizado,

2010 - Caminhada limha CP Sabroso-Vila Pouca 191.j


sendo o casario e as rotundas que imperam.

2010 - Caminhada limha CP Sabroso-Vila Pouca 203.j

 
Apenas sabemos que por aqui passava a linha porque, mais à frente, as instalações da antiga estação ali estão, adaptadas a Centro Cultural, tendo, nas suas imediações, uma bonita e sugestiva escultura em ferro.

2010 - Caminhada limha CP Sabroso-Vila Pouca 208.j

 
E, chegados a Vila pouca de Aguiar, tínhamos cumprido com o nosso objetivo do dia, andando sensivelmente mais que dez quilómetros, e esperando os quatro, em amena cavaqueira, pela “taxista de serviço”, que nos viesse buscar, depois de feita a devida comunicação telefónica.

2010 - Caminhada limha CP Sabroso-Vila Pouca 216.j

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Com autorizaçao de quem é que escreveu este post?

  • Pedro Neves

    Bom dia António,reparámos, aqui na equipa, que esg...

  • maiordesessenta

    Passear por aqui proporciona sempre momentos de ap...

  • Viagens no tempo

    Bom dia António,Ficou óptimo!Um abraço e Bom Ano,B...

  • Anónimo

    Olá, Mena,Ainda bem.Bj.

A espreitar

online

rádio

ouvir-radioClique no rádio para sintonizar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
blog-logo